Home » News & blogs » O que Significa a Abreviatura MVGM?

O que Significa a Abreviatura MVGM?

3 semanas ago

MVGM. Estas quatro letras formam o nome de uma das empresas de referência na Europa em gestão de ativos imobiliários. E contudo, o que representa esta sigla? À medida que fomos crescendo internacionalmente,  muitos clientes e outros stakeholders mostram-se curiosos. A resposta a esta pergunta conduz-nos para a história e o caminho de crescimento da MVGM. Junte-se a nós nesta jornada.

Uma História que Remonta a 1953

A especialização em property management teve origem nos Países Baixos, nos anos cinquenta. As agências imobiliárias expandiram-se para o setor dos seguros e, posteriormente, também para a gestão imobiliária. Em 1953 a multinacional Unilever decidiu terceirizar a gestão de todo o seu portfólio imobiliário, até então gerido internamente. A seguradora Meeùs assumiu a tarefa e as propriedades mais abrangentes passaram a ser geridas por terceiros.

Joseph Meeùs e filhos

A Meeùs foi fundada nos anos 20 por Joseph Meeùs, natural da cidade holandesa de Breda. Meeùs ganhou interesse pelo negócio dos seguros após um acidente de viação, do qual resultaram alguns danos no seu veículo. Em 1927, Meeùs abre a sua própria seguradora. Da sua carteira de produtos faziam parte os seguros automóvel e os seguros contra incêndios, tendo rapidamente ampliado a sua oferta  para hipotecas e imóveis. Em 1953, a gestão de ativos imobiliários foi adicionada ao portfólio de serviços. Quando, aos 52 anos, Joseph Meeùs faleceu, a sua empresa era uma das maiores seguradoras da província holandesa de Brabante do Norte. Os filhos de Joseph assumiram o controlo da empresa e, em 2000, venderam o Grupo Meeùs à AEGON.

Prestadores de Serviços Imobiliários unem esforços

Depois da controversa opção da Unilever de contratar a terceiros a gestão do seu portefólio imobiliário, muitas seguradoras holandesas expandiram seu negócio comprando agências imobiliárias. Em 2002 um grande número de prestadores de serviços imobiliários (entre os quais Kamerbeek Groep, Baneke Graffner, Kamminga, van Calcar, Crab Noomen, Kentron e Christaan ​​Smit) juntaram-se numa única organização: a Meeùs. Inicialmente, a Meeùs tinha quatro unidades de negócio independentes, mas, três anos depois, essas unidades de negócio foram transformadas em três empresas privadas independentes, com foco em Seguros, Imobiliário e Property Management.

A primeira empresa holandesa especialista em Property Management

Menno van der Horst e eu (atuais co-proprietários da MVGM) fomos contratados pela Meeùs para reestruturar as quatro unidades de negócio e transformá-las numa empresa especializada em gestão de ativos imobiliários. Nos Países Baixos, esta atividade fora sempre encarada como uma derivação da atividade principal: a atividade seguradora. Para separar o Property Management da seguradora Meeùs, o Menno e eu optamos por continuar com a marca Meeùs VastGoed Management, que, em 2007, foi abreviada para MVGM.

MVGM management buyout em 2008

Em 2008, seguiu-se um Management Buyout. O Menno e eu fundámos a primeira empresa independente de gestão de ativos nos Países Baixos, com cerca de 300 funcionários. Ainda hoje temos muito orgulho neste passo. A Meeùs permaneceu um dos maiores prestadores de serviços de seguros do país. Em 2017, a AON comprou a Meeùs (Unirobe Meeùs Group) à AEGON e, em 2019, a marca Meeùs foi integrada na AON.

Inovar no Property Management

Durante anos, a MVGM foi a única empresa nos Países Baixos a dedicar-se à gestão de ativos imobiliários. À medida que os custos de exploração foram aumentando e as necessidades dos inquilinos se tornaram mais exigentes, foram surgindo novas empresas de property management no nosso país, mas também noutros países europeus. Apesar disso, a MVGM nunca perdeu o foco e a vontade de se desenvolver e inovar. Ainda hoje procura sempre antecipar-se às necessidades dos proprietários e dos inquilinos. A MVGM tem tido  flexibilidade para inovar e permanecer líder nos Países Baixos e, desde 2019, estender essa liderança a outros países.

Esforço contínuo para uma experiência de utilização agradável

O Property Management é uma profissão por direito próprio. Mesmo que uma propriedade esteja próxima da perfeição do ponto de vista técnico, é possível que os inquilinos e utilizadores tenham uma experiência menos satisfatória. Cabe ao Property Manager trabalhar no sentido de oferecer a melhor experiência possível, não descurando o bom estado técnico do edifício. Esta atitude e maneira de estar exigem empatia, estejamos nós a falar de um escritório, de um centro comercial ou de uma casa. A gestão de ativos imobiliários é o nosso core business há cerca de 70 anos. Somos bons nisto! E continuaremos focados em garantir o melhor para os nossos clientes, inquilinos, funcionários e demais stakeholders, para que no nosso 100º aniversário sejamos a empresa líder em Property Management, não apenas nos Países Baixos, mas também no resto da Europa.